Instituto Brasileiro de Ação Responsável

Anúncio da fusão de ministérios repercute em Brasília

E-mail Imprimir PDF

Esplanada dos ministériosA Frente Parlamentar em Defesa do Meio Ambiente se declarou contrária ao anúncio feito pelo futuro ministro da casa civil, Onyx Lorenzoni, de que o governo Bolsonaro vai fundir a pasta com a do Ministério da Agricultura.

O deputado Sarney Filho, do PV, disse que é importante que o governo eleito volte atrás e desista da fusão.

Deputados de vários partidos, como PT, Psol, PCdoB, PSB e PV, assim como representantes da sociedade civil, repudiaram a proposta em uma manifestação na Câmara dos Deputados.

Mais cedo, por meio de nota, o atual ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, se disse surpreso e preocupado com o anúncio da fusão. Duarte comenta que as duas pastas são importantes e têm agendas diferentes. Ele cita que o Brasil tem condições de ser protagonista da virada global rumo a uma economia sustentável e que a fusão pode prejudicar tanto esta pauta, como o próprio agronegócio.

Blairo Maggi, atual ministro da Agricultura, também considera a fusão prejudicial ao agronegócio que, segundo ele, é muito cobrado pelos países da Europa pela preservação do meio ambiente. Por meio de nota, Maggi comentou que um ministro que acumulasse as duas funções não conseguiria participar de todos os fóruns em que o Brasil precisa marcar presença. Ele ainda questionou como um ministro da agricultura poderia opinar sobre temas de petróleo e mineração, que fazem parte da pauta do meio ambiente.

Fonte: EBC

Estais aqui Página Principal Notícias Anúncio da fusão de ministérios repercute em Brasília