Vídeos - III Fórum Nacional sobre Câncer: tecnologia, interdisciplinaridade e suporte ao paciente

Imprimir

 

Clementina Moreira Alves
presidente Instituto Brasileiro da Ação Responsável

Discussões às vésperas de eleição demonstram compromisso

A presidente do Instituto Brasileiro de Ação Responsável, Clementina Moreira Alves, afirmou o compromisso do Instituto com a discussão e formulação de políticas públicas para enfrentar o câncer no Brasil. "A realização desse Fórum, às vésperas de uma eleição, reitera a ideia de que queremos um país crescendo. Não vamos sair daqui com soluções, mas fortalecidos com diretrizes e entendimentos de políticas que precisam de desenvolvimento", afirmou ela na abertura do III Fórum Nacional sobre Câncer: tecnologia, interdisciplinaridade e suporte ao paciente, realizado com o apoio do Senado Federal. O evento ocorreu no dia 18 de setembro de 2018, no auditório do Interlegis, em Brasília.


 


   Rogério Scarabel Barbosa
diretor de Normas e Habilitação dos Produtos (DIPRO/ANS)

Fórum contribui para melhoria na assistência oncológica

Rogério Scarabel Barbosa, diretor de Normas e Habilitação de Produtos da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), participou da mesa de abertura do III Fórum Nacional sobre Câncer: tecnologia, interdisciplinaridade e suporte ao paciente, realizado pelo Instituto Brasileiro de Ação Responsável, com o apoio do Senado Federal.  O evento ocorreu no dia 18 de setembro de 2018, no auditório do Interlegis, em Brasília. Na palestra, Scarabel mostrou as ações da ANS quanto à saúde suplementar no tratamento e combate ao câncer e enfatizou a importância das discussões interdisciplinares para o fortalecimento de políticas públicas que ajudem os pacientes.

 

 


Maria Inez Pordeus Gadelha
chefe de gabinete da Secretaria de Atenção à Saúde (SAS/MS)

Atenção ao paciente de câncer no SUS existe graças à sociedade 

O histórico do tratamento do câncer no Brasil, com ênfase no atendimento da rede pública de saúde, foi o tema da palestra da chefe de gabinete da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Maria Inez Gadelha. Considerada uma das maiores conhecedoras do assunto na atualidade, a especialista asseverou que a evolução e as conquistas no tratamento se deram graças à mobilização da sociedade. Ela participou da mesa de abertura do III Fórum Nacional sobre Câncer: tecnologia, interdisciplinaridade e suporte ao paciente, realizado com o apoio do Senado Federal. O evento ocorreu no dia 18 de setembro de 2018, no auditório do Interlegis, em Brasília.

 

 


Dra. Isis Maria Quezado Magalhães
diretora técnica no Hospital da Criança de Brasília José de Alencar (HCB)

Apoio do Estado no tratamento do câncer pediátrico é fundamental 

A falta de interesse dos laboratórios privados devido ao baixo lucro torna o apoio do Estado fundamental no tratamento e combate ao câncer pediátrico. Essa é a conclusão da médica e diretora técnica do Hospital da Criança de Brasília José de Alencar. Ela participou da mesa de abertura do III Fórum Nacional sobre Câncer: tecnologia, interdisciplinaridade e suporte ao paciente, realizado com o apoio do Senado Federal. O evento ocorreu no dia 18 de setembro de 2018, no auditório do Interlegis, em Brasília.


 


Dr. Sandro José Martins
coordenador-geral de Atenção Especializada do Departamento de Atenção Especializada e Temática (SAS/MS)

Padronização e ampla cobertura ainda saõ desafios no tratamento do câncer

Sandro José Martins, coordenador-geral de Atenção Especializada do Ministério da Saúde, abriu a mesa técnica do III Fórum Nacional sobre Câncer: tecnologia, interdisciplinaridade e suporte ao paciente, realizado pelo Instituto Brasileiro de Ação Responsável, com o apoio do Senado Federal. De acordo com Martins, há inúmeros desafios na política pública oncológfica no Brasil, entre eles, a padronização do atendimento e ampliação da cobertura, em especial, da quimioterapia. O evento ocorreu no dia 18 de setembro de 2018, no auditório do Interlegis, em Brasília. 

 

 


 Dra. Karime Kalil Machado
médica do Centro de Oncologia do Hospital Sírio-Libanês - Unidade Brasília

Gestão e organização na saúde pública contribuem para combater o câncer 

A oncologista Karime Kalil Machado, do hospital Sírio-Libanês, enfatizou a necessidade de organização e gestão para o sucesso no combate ao câncer no Brasil. A médica participou da mesa técnica do III Fórum Nacional sobre Câncer: tecnologia, interdisciplinaridade e suporte ao paciente, realizado pelo Instituto Brasileiro de Ação Responsável, com o apoio do Senado Federal. A médica falou sobre as perspectivas para o tratamento da doença no país nos próximos 30 anos.

. 


 Pedro Bernardo
presidente executivo interino da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa - INTERFARMA

Diminuição de recursos públicops para tratamento do câncer preocupa 

Pedro Bernardo, presidente interino da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) alertou para a diminuição dos recursos públicos investidos no tratamento do câncer no Brasil e disse que o fato começa a se tornar preocupante. Bernardo participou da mesa técnica do III Fórum Nacional sobre Câncer: tecnologia, interdisciplinaridade e suporte ao paciente, realizado pelo Instituto Brasileiro de Ação Responsável, com o apoio do Senado Federal. O evento ocorreu no dia 18 de setembro de 2018, no auditório do Interlegis, em Brasília.

 


  Dr. Daniel Marques
médico oncologista da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) 

Rede pública ainda carece de suporte clínico para pacioentes com câncer 

O oncologista clínico Daniel Marques, da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), participou da mesa técnica do III Fórum Nacional sobre Câncer: tecnologia, interdisciplinaridade e suporte ao paciente, realizado pelo Instituto Brasileiro de Ação Responsável, com o apoio do Senado Federal. O evento ocorreu no dia 18 de setembro de 2018, no auditório do Interlegis, em Brasília.O médico abordou o cuidado com o paciente oncológico pela ótica de cinco vertentes e afirmou que a rede pública ainda carece de suporte clínico aos doentes..

 


  Luciana Holtz de Camargo Barros
presidente e diretora do Instituto Oncoguia

Instituto defende medicina personalizada para paciente oncológico

Luciana Holtz, do Instituto Oncoguia, encerrou a mesa técnica do III Fórum Nacional sobre Câncer: tecnologia, interdisciplinaridade e suporte ao paciente, realizado pelo Instituto Brasileiro de Ação Responsável, com o apoio do Senado Federal. Ela afirmou que a medicina está num patamar de conhecimento do tratamento certo para o paciente certo e defendeu a humanização e a personalização do tratamento. O evento ocorreu no dia 18 de setembro de 2018, no auditório do Interlegis, em Brasília.

 


 

 


 

Dr. Jorge Sayde
médico toxologista da Secretaria de Vigilância em Saúde (MS)

Informação é a melhor aliada no combate ao câncer

O médico Jorge Sayde, do Ministério da Saúde, foi o moderador da mesa técnica do III Fórum Nacional sobre Câncer: tecnologia, interdisciplinaridade e suporte ao paciente, realizado pelo Instituto Brasileiro de Ação Responsável, com o apoio do Senado Federal. O especialusta defendeu que o acesso à inforrmação ainda é a melhor arma contra o cãncer e destacou a importância de fóruns como o realizado pelo Instituto. 


 

Para acessar textos, fotos e palestras do evento Clique Aqui